Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Casquinha de Siri

Olá Pessoas...

O Verão está chegando e muitos de vocês estão se preparando para ir a praia. E para já ir preparando o estômago separei uma receita que representa bem essa época do ano: A Casquinha de Siri. Porém, eu particularmente não gosto de frutos do mar, mas eu gosto muito de vocês e reconheço que esse preparo é importante para a gastronomia litorânea e brasileira. Essa receita rende 12 porções.

Você vai Precisar:
500g de carne de siri congelada (cerca de 12 siris)

250g de camarões miúdos, sal, pimenta e suco de limão

2 fatias picadas de pão de forma sem casca

1 xícara (chá) de leite quente

2 colheres (sopa) de manteiga

3 colheres (sopa) de óleo

1 cebola grande picada

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

3 tomates batidos no liquidificador e peneirados ou 3 colheres (sopa) de purê de tomate

3 gemas batidas

2 colheres (sopa) de queijo ralado

1 colher (sopa) de salsa picadas

50 g  de leite de coco em pó

1/2 pimenta vermelha fresca, sem sementes, picada

2 colheres (sopa) de azeite de dendê

manteiga para untar, farinha de rosca, queijo ralado

Modo de Preparo:
Tempere os camarões, descascados, com sal, pimenta e o suco de limão. Deixe marinar por 1 hora no mínimo.

Coloque o pão em uma vasilha, junte o leite, misture bem, passe por uma peneira, formando uma pasta e reserve.

Leve a manteiga ao fogo com uma colher (sopa) de óleo. Deixe derreter e doure metade da cebola. Acrescente a farinha e toste levemente. Junte metade dos tomates e o pão reservado.

Deixe no fogo baixo, mexendo sempre para não grudar, até formar um bolo. Retire do fogo, junte as gemas e, mexendo sempre, volte ao fogo baixo por aproximadamente 5 minutos. Acrescente o queijo e a salsa, misture bem, tire do fogo e reserve.

Em outra panela leve ao fogo as outras 2 colheres de óleo, aqueça, junte o tomate, o leite de coco, a pimenta vermelha e 1 xícara e meia de água. Tampe a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por 5 minutos. Acrescente a carne de siri e deixe até quase secar com a panela destampada.

Adicione o azeite de dendê. Misture tudo muito bem. Tire do fogo, acrescente o creme reservado e mexa bem. Unte as casquinhas com manteiga, recheie-as com o creme, polvilhe farinha de rosca misturada com queijo ralado em partes iguais e leve ao forno para dourar. Sirva como entrada.

Dicas: 1 - a carne de siri é encontrada na seção de congelados de supermercados
2 - As casquinhas são encontradas em peixarias ou supermercados. Pode se usar a própria casca do siri ou conchas de vieiras. Caso você não possua nenhuma das duas, prepare num refratário e sirva em porções sobre folhas de alface.


Gostaram? Então não deixem de comentar...

Até mais.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Rabanada

Olá Pessoas...

O Natal está chegando e separei para vocês uma receita típica dessa data tão especial. Aposto que vocês vão gostar muito, mas é claro que a maioria já conhece essa receita tradicional.

Vamos lá?

Você vai precisar:

2 gemas

3 colheres de sopa de açúcar refinado

1 colher de leite

1 colher de nata

Essência de Baunilha

12 fatias de pão de véspera

Óleo

Açúcar refinado

Canela em pó

Modo de Preparo:

Batas as gemas com açúcar até obter um creme. Adicione aos poucos o leite e a nata. Bata um pouco mais e aromatize com a baunilha.

Molhe o pão com esta mistura e deixe embeber durante alguns minutos. Aqueça bastante óleo numa frigideira. Frite as fatias virando-as até dourarem uniformemente.

Retire da fritura com uma escumadeira. Polvilhe as rabanadas ainda quentes com açúcar e canela.

Uma delícia...

Até mais meus queridos

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Bolo de Cenoura

Olá Pessoas...

Como vocês estão? Estou um pouco afastado devido aos compromissos da "vida real", trabalho, monografia e tal.

Mas estou passando rapidinho para compartilhar com vocês essa receita de um maravilhoso Bolo de Cenoura com Cobertura que preparei essa semana em casa.

Vamos a receita?

Você vai Precisar:
1/2 xícara (chá) de óleo

250g de cenouras raladas

4 ovos

2 xícaras (chá) de açúcar

2 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó

Cobertura
1 colher (sopa) de manteiga

3 colheres (sopa) de chocolate em pó ou achocolatado

1 xícara (chá) de açúcar

Se desejar uma cobertura mais mole coloque 5 colheres de leite

Preparo:
Bata no liquidificador primeiro a cenoura com os ovos e o óleo, acrescente o açúcar e bata por uns 5 minutos;

Depois numa tigela ou na batedeira, coloque o restante dos ingredientes misturando tudo, menos o fermento, esse é misturado lentamente com uma colher

Asse em forno pré-aquecido (180ºC) por 40 minutos

Para a Cobertura:
Misture todos os ingredientes, leve ao fogo, faça uma calda e coloque por cima do bolo.

O que acharam dessa receita super simples?

Até a próxima aparição haha

P.S.: A foto não é lá essas coisas, mas o bolo é... podem fazer que é uma delícia.

domingo, 17 de julho de 2011

Suspiro de Café

Olá Pessoas...

Estava novamente procurando receitas nos antigos livros da minha querida avó e encotrei essa sobremesa um tanto interessante.

Olha só...

Você vai precisar:

5 colheres (sopa) de café forte
4 claras

10 colheres de (sopa) de açúcar peneirado

Modo de Preparo:

Despeje as claras em uma panela. Adicione o açúcar e o café. Deixe em banho-maria por cerca de 2 minutos. Bata em batedeira até esfriar e ficar firme.

Coloque em um saco de confeitar ou então firme os suspiros com uma colher. Leve ao forno médio por cerca de 15 minutos. Sirva quando esfriar.

Você pode guardar em um daqueles potes e além de uma sobremesa saborosa você ainda ganha uma decoração - enquanto eles durarem - para sua cozinha.

Até mais...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Hambúrguer

Olá Pessoas...

Já pensou em ter na sua casa um hambúrguer personalizado e o melhor feito por suas próprias mãos? Hoje resolvi trazer essa receita superprática e interessante.

O que eu acho o melhor dessa receita é a possibilidade de criar o seu próprio lanche da tarde. Vocês tem que experimentar é muito bom.

Vamos lá?

Você vai Precisar:

1 envelope de creme de cebola (encontrado em qualquer supermercado, não citarei marcas hahaha)

500g de carne bovina moída (ou qualquer carne de sua preferência, essa é a parte boa da receita, pode ser frango, porco ou peixe - pra quem gosta)

2 colheres de (sopa) água

Óleo para fritura

Modo de Preparo:

Misture bem o conteúdo de 1 envelope de creme de cebola com 500g de carne moída e 2 colheres (sopa) de água. Modele os hambúrgueres, besunte uma frigideira com óleo e frite os hambúrgueres aos poucos, besuntando a frigideira quando necessário.

Eu gosto de servir esse hambúrguer com purê de batatas e legumes. Ficam muito bom.

Gostaram? Mandem as fotos dos seus lanches surpercriativos. Vou ficar esperando.

Até mais

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Exclusividade Miolo - Los Nevados

PromoçõesAcessóriosKitsDestiladosLicorososEspumantesVinhos RosesVinhos BrancosVinhos Tintos
LOS NEVADOS
DDG: 0800 970 416 http://www.miolo.com.br

Meio-Vivo

Olá Pessoas...

Faz tempo que não escrevo nada por aqui, ne? Mas juro que tenho motivos para isso... Estou em semana de provas e por isso estudando muito... mas prometo que arrumarei um tempo para escrever mais...

Então como não tenho mais o que escrever vou vou voltar para a minha apostila de psicologia...

Até mais Pessoas

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Bolo de Chocolate com Cobertura

Olá Pessoas...

Com certeza muitos de vocês gostam de chocolate, não é mesmo? Eu também amo. Hoje trouxe para vocês um receita que na verdade é puro chocolate. Um bolo de chocolate com cobertura de chocolate. Simplesmente uma delícia.

Ótimo para receber aquela visita querida na sua casa. Esse bolo vai se tornar a companhia inseparável para toda as horas felizes compartilhadas com os amigos.

Vamos á receita?

Você vai precisar:

• Massa:
½ xícara (chá) de farinha de trigo

1 pitada de sal

150g de chocolate meio amargo picado

3 claras

½ xícara (chá) de açúcar refinado

150g de manteiga em temperatura ambiente

4 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro

4 gemas

1 colher de (chá) de essência de baunilha

• Cobertura:

50g de chocolate ao leite picado

1 colher (sopa) de mel

2 colheres (sopa) de leite condensado

Modo de Preparo:

Ligue o forno à temperatura baixa. Peneire numa tigela a farinha de trigo com sal. Derreta o chocolate meio amargo em banho-maria e reserve.

Bata as claras na batedeira até obter picos firmes. Sem parar de bater, adicione, aos poucos, o açúcar refinado e bata até obter um merengue brilhante. Transfira para uma tigela e reserve. Na mesma tigela da batedeira, bata a manteiga (reserve 1 colher de sopa) por 4 minutos com o açúcar de confeiteiro.

Adicione as gemas e a baunilha e bata por mais 3 minutos. Junte o chocolate derretido (já bem morno) e mexa cuidadosamente até ficar homogêneo. Acrescente 1/3 do merengue e misture cuidadosamente com uma espátula. Incorpore, aos poucos e mexendo com cuidado, os ingredientes secos peneirados.

Por fim, misture o restante do merengue e mexa delicadamente até a massa ficar homogênea. Com a manteiga reservada, unte uma assadeira de aro removível de 20 cm de diâmetro e distribua a massa. Leve ao forno por 1 hora e 15 minutos. Retire o bolo do forno e deixe esfriar na própria assadeira. Em seguida, desenforme sobre uma grade de metal e cubra o bolo com papel alumínio.

Deixe descansar por 12 horas. Em seguida disponha o bolo num prato grande, apare as laterais e a superfície para ficar bem uniforme e reserve as migalhas. Derreta o chocolate ao leite em banho-maria. Retire do fogo e, assim que amornar, misture o mel e o leite condensado.

Espalhe a cobertura sobre o bolo, alisando com uma faca. Esfarele as migalhas reservadas e peneire anãs laterais do bolo. Antes de servir, guarde o bolo em local fresco ou na geladeira por 45 minutos.

Me diz se não é uma delícia?

Até mais meus queridos

terça-feira, 17 de maio de 2011

Maçã em Calda

Boa Noite Pessoas...

Hoje a receita que eu trago na verdade não foi feita por mim, e sim pela minha querida mamãe que apesar de não gostar muito de cozinhar é uma cozinheira de mão cheia.

Ela chegou aqui em casa com uma sacola enorme de maçãs e com a idéia na cabeça que faria essa receita que aprendeu na sala dos professores da escola onde trabalha.

Você vai precisar de:
10 maçãs descascadas
500g de açúcar cristal
Cravo e canela a gosto

Modo de Preparo:
Corte as maçãs e leve ao fogo junte com todos os outros ingredientes. Deixe no fogo por 30 minutos. Deixe esfriar um pouco e armazene sem a tampa até que esfrie totalmente. Depois feche.

Obrigado Mãe pela receita e obrigado às suas colegas de trabalho que lhe ensinaram essa receita tão maravilhosa...

Até mais Pessoas

domingo, 8 de maio de 2011

Rocambole

Boa Noite Pessoas...

Hoje resolvi preparar um rocambole aqui em casa com um doce de leite com chocolate que minha mãe me trouxe de Ilha Comprida que para o meu paladar estava MUITO doce... resumo não aguentei mais do que duas colheradas... e olha que gosto de doces!!

Durante o preparo descobri que não fui feito para o Açúcar... a receita em si ficou uma delicia só a aparência da montagem do negócio é que não ajudou hahaha...

Chega de conversa e vamos ao que interessa...

Você vai precisar:
9 ovos separados

9 colheres (sopa) de açúcar

8 colheres (sopa) de farinha de trigo peneirada

200g de doce de leite (o meu tinha chocolate também, mas pode ser goiabada, marmelada e outros -adas)

Licor ou Leite (opcional)

Modo de Preparo:
Bata as claras em neve e, quando estiverem bem firmes, junte as gemas e bata mais.

Junte o açúcar e torne a bater. Delicadamente incorpore colherada a colherada a farinha de trigo, até que fique bem misturada.

Leve ao forno pré-aquecido, em assadeira (grande, a minha era menor que a receita haha) BEM untada (segredo para não colocar) com manteiga (sem sal) e farinha.

Dilua o recheio de sua preferencia em um pouco de leite ou licor (prefiro leite).

Depois que o bolo estiver assado vire-o em cima de um guardanapo salpicado previamente com açúcar. Passe por cima do bolo o recheio e com o auxilio do guardanapo enrole-o ainda quente para não quebrar, com a finalidade de transformá-lo em um rolo.

Retire as rebarbas e está pronto... só espere esfriar um pouco para não dar dor de estômago.


Aproveitem pessoas e até a próxima...

sábado, 7 de maio de 2011

Torta Salgada

Olá Pessoas
Sem idéias do que fazer ou comprar para aquele piquenique ou reunião de amigos ? Não compre nada... Faça você mesmo essa torta super rápida e prática.

Vamos a solução do seu problema...

Você vai precisar:
• Massa:
1 xícara (chá) de óleo

2 xícaras (chá) de leite

2 xícaras de (chá) de farinha de trigo

3 ovos

1 colher (sopa) fermento em pó

2 colheres de queijo ralado

1 colher de (café) sal

• Recheio:
2 colheres de (sopa) de margarina

1 cebola média picada

3 colheres de (sopa) de massa de tomate

Sal e pimenta a gosto

1 lata de sardinha ou frango desfiado

1 lata de milho verde

Cheiro verde a gosto


Modo de Preparo:
Bata todos os ingredientes da massa no liquidificador e reserve.

Faça um refogado com todos os ingredientes do recheio.

Coloque metade da massa em uma assadeira untada com óleo e polvilhada com farinha de trigo.

Depois o recheio e por cima, a outra metade da massa. Coloque no forno por aproximadamente 40 minutos.

Fácil, não? Deixem seus comentários e até mais meus queridos

sábado, 2 de abril de 2011

Creme de Abóbora e Camarão

Foto: Blog da Nô
Olá Pessoas...

O tempo está esfriando e nada melhor do que uma sopa bem quentinha, não é mesmo? Escolhi uma receita bem prática e saborosa. Na verdade, quando eu faço essa receita eu não coloco o camarão, pois não gosto. Mas para quem gosta e muito bom. Rende 6 porções.

Você vai Precisar:
2 colheres (sopa) de óleo

2 dentes de alho amassados

1 cebola média, picada

1kg de abóbora picada miúda

50g de leite de coco em pó

250g de camarão miúdo, limpo

sal a gosto

1 colher (sopa) de coentro picado

Molho de pimenta


Modo de Preparo:
Aqueça o óleo e refogue o alho e a cebola. Junte a abóbora e deixe no fogo por aproximadamente 15 minutos até amaciar.

Acrescente 1 xícara (chá) de água fervente, o leite de coco, o camarão e sal. Deixe cozinhar até formar um purê.

Adicione em seguida o coentro e o molho de pimenta. Mexa bem e sirva quente com arroz branco.

Obs: A foto é do Blog da Nô (Foi a melhor fotografia dessa receita maravilhosa que encontrei para representá-la)

Até mais Pessoas...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Como faz?! (Miojo) - #6 Miojo à Carbonara

Bom Dia Pessoal...

Ontem era a minha vez de preparar o miojo da semana... porém precisei formatar meu notebook mais uma vez... então fiquei impossibilitado de postar... mas como prometido aqui está ele...

Essa preparação é baseado em um dos pratos clássicos da Itália, a massa à carbonara, que agora ganhou a versão miojo.

Espero que vocês gostem, porque eu sei que a Lia não vai gostar hahahaha

Você vai precisar:
1 pacote de miojo (qualquer sabor, porque não usaremos o tempero)

1 xícara (240 ml) de creme de leite fresco

4 gemas passadas pela peneira (para retirar a película, ela que dá o cheiro de ovo nas preparações)

50 gr de queijo parmesão ralado

Sal e pimenta a gosto

¼ de xícara de azeite de oliva

1 xícara de chá (160 gr) de pancetta picada (pode ser substituído por toucinho fresco, jamais por bacon)

2 colheres de sopa de manteiga


Modo de Preparo:
Prepare o miojo da forma tradicional, porém descarte a água no final do preparo e não acrescente o tempero. Reserve.

Coloque o creme de leite, as gemas, o parmesão, sal e a pimenta a gosto em uma tigela e misture bem. Reserve.

Em uma panela, coloque o azeite e aqueça em fogo médio. Junte a pancetta e deixe dourar levemente. Acrescente a
manteiga, misture e deixe derreter. Adicione o creme reservado, misture e deixe aquecer, cuidando para não
cozinhar demais o molho. Tire do fogo.

Cubra o miojo reservado com o molho, misturando delicadamente e sirva a seguir.

 Gostaram? E você Lia, o que tem a dizer?

Até mais meus queridos...

terça-feira, 29 de março de 2011

Terça Feira. Dessa vez não teve miojo

Pessoas Queridas...

Estou passando rapidinho por aqui só para lhes informar que por problemas técnicos com o meu miojo a receita vai ficar para amanhã...

Mas não fiquem tristes, amanhã sem falta passo por aqui para passar a receita.

Boa Noite

Arroz Indiano à Brasileira

Bom Dia Pessoal...



Todos nós sabemos que somos um povo bem criativo, né? E também que somos um povo que gosta de dar a sua versão para muitas coisas... e a gastronomia mundial não poderia ficar de fora... Hoje lhes apresento o arroz indiano à brasileira... é muito rápido rápido e saboroso... ótimo para o almoço de... hoje... essa receita rende de 4 a 5 porções.


Vamos lá...

Você vai precisar:

2 colheres (sopa) de manteiga

1 1/2 de arroz lavado e escorrido

50g de leite de coco em pó

sal e pimenta-do-reino

1 colher (café) de curry

1/2 xícara (chá) de passas sem sementes

1/2 xícara (chá) de castanha de caju picado

Modo de Preparo:

Aqueça a manteiga e refogue muito bem o arroz.

Adicione o leite de coco, 3 xícaras (chá) de água fervente e misture bem para dissolver o leite de coco.

Tempere com sal, pimenta e curry. Tampe a panela e cozinhe o arroz em fogo baixo por cerca de 15 minutos.

Misture bem as passas e a castanha de caju.

Deixe 10 minutos descansando com a panela tampada para que complete o cozimento. Sirva como acompanhamento de frango.

Bom Apetite... e até o próximo post...

Galinhada Diferente

Olá Pessoas...

Para hoje separei um prato típico goiano, a galinhada. Porém, essa é uma forma diferente de prepará-la, pois a tradicional leva guariroba e pequi. Essa versão é mais prática e rápida de preparar, mas não deixe de experimentar a verdadeira quando possível.

Vamos lá?


Você vai precisar:

3 xícaras de (chá) de arroz

1 frango médio cortado em pedaços pequenos e temperado à gosto

3 colheres de sopa de óleo

1 cebola média picada

4 dentes de alho amassados

2 tomates maduros

1 cenoura grande cortada em cubos

1 lata de ervilha

1 lata de milho

5 xícaras de água

Azeitonas e cheiro verde picados à gosto

Sal a gosto

Modo de Preparo:

Refogue o frango com óleo e deixe cozinhar. Depois de cozido escorra o óleo e reserve.

Em outra panela frite a cebola, o alho, a cenoura e os tomates no óleo que foi retirado do frango, coloque o arroz mais um pouco. Coloque o milho, a ervilha, as azeitonas, o sal e a água e deixe refogar até cozinhar.

Quando já cozido, coloque o cheiro verde picadinho.

Em outro recipiente misture o arroz com o frango.

E está pronto... Bom Apetite

sexta-feira, 25 de março de 2011

Creme de Papaia com Cassis

Boa Tarde Pessoas...

Por incrivel que pareça aqui em Itu está fazendo um calor de rachar... sendo que já estamos nos encaminhando para o inverno...

Entao para aproveitar esse clima resolvi preparar um delicioso creme de papaia com cassis...

Vamos lá...


Voce vai precisar:

4 bolas de sorvete de creme

1 papaia maduro

1/2 colher (chá) de essencia de baunilha

4 colheres (sopa) de licor creme de cassis

Modo de Preparo:

Coloque a polpa do papaia em um liquidificador, acrescente-lhe a baunilha e 2 colheres (sopa) do licor.

Bata até obter um creme liso. Coloque as bolas de sorvete e bata bem até obter um creme grosso e de textura homogenea.

Sirva-o em 2 taças, regando ccom o licor restante.


Gostaram? Até mais meus queridos...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Novidades para o Blog

Ola Pessoas...

Hoje tivemos uma reuniao sobre o blog, a Pri, eu e a mais nova autora do blog a Ju. Nos estamos com um projeto de Personal Chef, que nada mais é do que preparar refeiçoes na casas dos clientes, mas é claro que nao é só isso, o projeto é bem maior. Porém nao sobre isso que vim dizer hoje, esse assunto ficará para depois.

Em breve nós iremos abrir aqui no blog uma loja virtual. O que iremos vender? Doces, Licores, Essencias entre outros produtos que poderao ser comprados pela internet e serao entregues com todo o conforto, qualidade e seguraça da sua casa.

Animados? Nós também. Estamos ansiosos para abrir logo a nossa loja virtual que contará com diversos produtos assinados por nós, futuros chefs famosos, hahahha.


Mas é isso aí, meus queridos. Quero ver todo mundo comprando nossos produtos feitos com todo o carinho somente para voces.

Ate mais.

terça-feira, 22 de março de 2011

Como faz?! (Miojo) - #5 Bolinho de miojo by Lia

Ola Pessoas... (este post nao tem a maioria dos acentos, nao pensem que nao conheco meu proprio idioma, afinal formatei meu notebook nao tem muito tempo e ainda nao consegui configurar o teclado, entao me desculpem por isso)

Como e de costume toda Terca-feira eu e a Lia do Porquinha Online preparamos um post sobre modos diferentes de se preparar macarrao instantaneo (miojo), o post de hoje ficou por conta da Lia (http://porquinhaonline.blogspot.com/2011/03/como-faz-miojo-5-bolinho-de-miojo-audio.html)

Pessoas ela preparou um podcast muito interessante, oucam, e muito legal, so peco que desconsiderem as coisas que ela fala da minha pessoa... ¬¬

Na verdade temos discussoes homericas sobre cozinha, entao nao liguem, afinal isso nao e nem a metade do que se passa.

 E ae Lia vai um suco nao muito citrico? Que tal laranja? hahhahaha

Ate mais meus queridos...

P.S.: Se alguem souber configurar teclado de notebook me ajude...

sábado, 19 de março de 2011

Bolo de Queijo Gelado

Olá Pessoas...

Como estão? Espero que bem... Querem um bolo bem gostoso para o fim de tarde?

Esse bolo de queijo é bem gostoso e fácil de se preparar. Vocês não vão se arrepender...

Vamos lá?

Você vai precisar:

2 ½ xícaras (chá) de açúcar

½ xícara (chá) margarina

1 xícara de farinha de trigo

1 ½ xícara (chá) de leite

1 pacote de queijo ralado (50g)

4 ovos

2 colheres (chá) de fermento em pó

Modo de Preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador. Untar uma forma com margarina. Asse
em forno médio (180°C) por cerca de 30 minutos. Servir gelado.

Viu só como é rápido? Até mais meus queridos...

terça-feira, 15 de março de 2011

Menu Índia #1 - Bebida

Olá Pessoas...

Chegamos ao último post da série Cozinhas do Mundo Índia. Sem sombra de dúvida esta é a iguaria indiana mais conhecida no mundo, o Tchaï. Modéstia a parte o que eu faço é uma delícia... Façam em suas casas e sirvam na hora do chá para aquelas visitas especiais. Vai chover elogios. Depois passa aqui e me diz, ok? Vamos a receita...


Você vai Precisar:
1 colher de sopa de chá preto
 
500ml de leite integral

4 colheres de sopa de açúcar

1 pedaço de gengibre de aproximadamente 5cm

6 vagens de cardamomo

1 cravo-da-índia

Modo de Preparo:
Descasque o gengibre e corte em cubinhos. Coloque 600ml de água em uma caçarola, acrescente o chá, o leite, o açúcar, os cubinhos de gengibre, as vagens de cardamomo.

Deixe ferver por 30 segundos, depois desligue o fogo. Deixe em infusão de 2 a 3 minutos.

Filtre o preparado em um filtro de café. Recolha o líquido obtido e o passe várias vezes de uma chaleira para outra, com distância a mais alta possível (sem se queimar...): o chá vai ficar com uma cor forte e espumosa. Sirva imediatamente.

Até mais Pessoas... E em breve colocarei a disposição uma enquete para saber o que vocês querem ver na próxima Cozinhas do Mundo.

Como se Faz? #4 - Miojo Potage Parmentier

Olá Pessoas...

Hoje é terça-feira, então é dia de miojo aqui no blog. Hoje preparei uma releitura do clássico francês Potage Parmentier, que nada mais é do que uma sopa de batatas. Porém, simples não necessariamente significa que ela é sem graça. Leva um pouco mais de tempo para esse preparo do que um miojo normal, mas o resultado é sem sombra de dúvida inigualável.

Vamos lá.

Você vai Precisar:

1 pacote de miojo de legumes

1 batata

50g de alho-poró cortado em rodelas

1 colher de sopa de manteiga

sal e pimenta a gosto.

Modo de Preparo:

Descasque a batata e corte-as em cubos. Corte o alho-poró em rodelas. Em uma panela com água suficiente apenas para cobrir a batata e sal, coloque a batata e o alho-poró para cozinhar por cerca de 35 minutos ou até que fiquem bem macios.

Amasse com um garfo as batatas com o alho-poró. O segredo é amassar grosseiramente para que ainda tenha alguns pedaços. Reserve.

Prepare o Miojo de maneira tradicional, porém com pouco água. Adicione a pasta reservada e a manteiga, acerte o tempero com sal e pimenta, se necessário.

Gostaram? Não esqueçam de deixar sua opinião.

Até mais Pessoas

quarta-feira, 9 de março de 2011

Como faz?! (Miojo) - #3 Lazanha de Miojo by Lia

Boa Noite Pessoas

Hoje é quarta houve um pequeno atraso em relação ao post sobre miojo que estava a cargo da Lia do Porquinha Online. Em suas palavras:

Desculpem a demora na postagem, eu estava sem pc em ksa e realmente sinto muito por fazê-los esperarem!! Havia pensado em fazer um artigo visualmente mais simples, cheio de fluxogramas e etc, mas como estamos um pouco sem tempo fica para uma próxima oportunidade!!


Ela sempre fez questão de deixar claro que odeia como as receitas são escritas e como ela tecerei comentários a casa passo do post dela, que pode ser conferido aqui: http://porquinhaonline.blogspot.com/2011/03/como-faz-miojo-3-lazanha-de-miojo.html
 
Eis a receita:

"Lazanha de Miojo!!

Ingredientes:

3 pacotes de miojo (desculpa, mas qual o sabor, vivemos em um mundo em que existem mais sabores de miojo do que seremos capazes de experimentar)
2 latas de molho de tomate
100 gramas de presunto 
100 gramas de mussarela
Queijo ralado 

Modo de Fazer

Aqueça  o molho de tomate com duas pitadas de sal e água. Aproveite   a lata do molho de tomate para tirar como medida da quantidade de água.


Separe as placas do miojo. Coloque-as numa assadeira preenchendo todo o espaço e jogue um pouco do molho por cima. Faça uma camada colocando mussarela e logo em seguida uma de presunto.


Aí é só você ir intercalando , camadas de placas de miojo com camadas do recheio.


 Jogue o queijo ralado por cima e leve ao forno pro aproximadamente 20 minutos.


Dicas: Acrescente o creme de leite ao molho de tomate já fervido. Não coloque antes senão talha...dá um toque especial.


No hora de colocar o recheio coloque primeiro o presunto e depois o queijo.


Coloque um pouco de queijo ralado ante de levar ao forno para gratinar.


Pode  até acrescentar  um recheio como bolonhesa, carne moída, ou frango, em uma das camadas."


Deixarei beeeeeem claro que peguei a receita da internet, em algum site que não me lembro no momento (sorry ao autor) e essa forma de descrição deixa MUITO a desejar.
- Site duvidoso de onde tirou essa receita;


- Não peça desculpas ao autor, a receita está extremamente má escrita, na verdade você fez um favor a ele em não divulgar seu nome.

Para o bom andamento de qualquer atividade é EXTREMAMENTE NECESSÁRIO a descrição de um cenário, o que não ocorre o texto acima, tenho que deduzir (por ser uma receita consigo fazer isso) que devo prepará-la em uma cozinha onde tenha todos os utensílhos necessário para o mesmo. 
Eu já te falei Lia que se você vai COZINHAR algo você precisa de uma COZINHA e obviamente de utensílios para isso. 

o que me deixa mais pasma é a forma que quantificaram o "molho de tomate" e o queijo ralado, então falaremos isoladamente de cada um:
** Molho de tomate: Olhando dessa forma posso chegar a conclusão que só existe um tipo de molho de tomate no mundo e só uma quantidade dentro do mesmo. Não existem marcas diferentes e tamanhos diferentes, e com essa simples forma de expressar o ingrediente fica incrielmente difícil de saber quanto exatamente de molho de tomate eu preciso.
Essa forma de medir as coisas não é de todo errado, para a gastronomia é, mas para a culinária não. Outra coisa as LATAS de molho de tomate seguem mais ou menos o mesmo padrão com uma pequena variação que nãofaria com que a receita saísse errada.

** Queijo Ralado: Eu preciso dizer algo a respeito disso?! Como assim queijo ralado?! Que tipo de queijo?! Quanto desse queijo?! Onde eu consigo encontrar esse queijo?! Esse eu realmente fiquei pasma!!!
Leia por queijo ralado, queijo PARMESÃO ralado, o único queijo que fica bom quando ralado, portanto usado segundo sua vontade, aí varia de quanto você gosta de queijo e quanto essa quantidade não vai prejudicar o SEU paladar.

Analisando o modo de preparo nos deparamos com o "Aqueça o molho de tomate com duas pitadas de sal e água". Onde na descrição de ingredientes pediram sal e água?! Desde quando pitada é medida?! Já que só agora me disseram que eu ia precisar de água poderiam pelo menos me dizer a quantidade de água, já que não posso confiar na medida da lata/saquinho de molho de tomate!!
Sim erraram em não pedir sal, mas água?! Se você não tiver água na sua casa pode abrir seu miojo colocar o tempero e comer assim mesmo. Pitada não é medida padrão, mas entenda que isso significa para você colocar o quanto achar necessário, pois sal serve para realçar sabores, mas cuidado. Já que você não confia na medida da lata eu digo para você usar 700ml de água deve bastar.
Nessas sequências de informações temos uma conflitante: Diz primeiramente para colocar o queijo depois o presunto, e embaixo como dica diz para colocar primeiro o presunto depois o queijo. Em quem eu acredito?! Qual está correto?!
Ninguém, essa receita está escrita totalmente errada.

Uma informação que acredito que seja pertinente é qual o tamanho da forma que tenho que usar para isso? Afinal tem uma quantidade certa de placas de miojo para colocar que pode ou sobrar ou faltar...
Aí sim você está certa, visto a grande variedade de formas que existem.

Outra gafe: Dicas poderiam entrar em outras receitas, afinal o mode de preparo muda de um tipo de receita para outra. Se eu fizer uma lazanha de frango por exemplo preciso de ingredientes completamente diferentes!!
Plim Plim Certa de novo... minha menina está crescendo Ç__Ç

Poderia ficar muito mais tempo aqui dizendo as coisas que não gosto em uma receita, porém acredito que pelo pouco que descrevi podem perceber o quanto é falha a receita!
Fato: a receita é sim falha. Porém quero que você ao longo dessa nossa parceria vá vencendo seus preconceitos, assim como eu farei com seus ideais.

A receita em si deve ser bom.

Bem é isso meus queridos, obrigado a todos. Obrigado em especial a Lia. Apesar de brigarmos eu gosto dela.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Leituras

Olá Pessoas...

Estou passando por aqui rapidinho só para lhes dizer que estou lendo um livro ótimo. Como você já devem saber eu sou apaixonado por literatura. No momento estou lendo o livro Julie & Julia. Estou me divertindo muito com esse livro.


Apesar de ser um livro que trata basicamente de gastronomia, ele aborda o tema de maneira diferente. Sem aquela lista de receitas intermináveis e monótonas ele nos mostra os efeitos dos alimentos na vida da bloggueira Julie Powell, também a autora do livro, que assumiu o desafio de preparar 524 receitas de Julia Child em 365 dias em uma cozinha apertada.


Recomendo muito que vocês o leiam. Vocês realmente vão se divertir com as aventuras de Julie Powell

domingo, 6 de março de 2011

Menu Índia #1 - Sobremesa

Olá Pessoas...

A parte mais gostosa da nossa série chegou... A sobremesa. O clima da Índia é bem quente e como vocês podem imaginar a sobremesa preferia, principalmente no Verão, é o sorvete. O sorvete deles chama-se Kulfi e é bem peculiar, por ser, como toda a cozinha indiana, é rica em sabor. O preferido é o com pistache...

Você vai precisar:

1 litro de leite integral

200g de keite condensado

70g de pistache sem casca e sem sal

5 vagens de cardamomo

Modo do Preparo:

Retire as sementes de cardamomo das vagens. Esmague-as com um socador em um pilão ou com um rolo de confeiteiro. Triture grosseiramente o pistache; toste-os a seco.

Coloque o leite integral e o leite condensado rm uma caçarola, acrescente as sementes de cardamomo esmagadas e leve à fervura baixa. Abaixe o fogo ao mínimo e deixe reduzir por volta de 1 hora, mexendo de vez em quando para que não forme nata sobre a superfície.

Desligue o fogo, coloque o pistache e deixe esfriar, mexendo de vez em quando.

Coloque em uma soverteira preparado, após esfriar, e deixe bater por 40 minutos. Na falta de uma soverteira, coloque-o em uma tigela, leve ao congelador e raspe a cada 15 minutos com um garfo para desfazer os cristais de gelo).

Coloque-o em formas de sorvete (cônicas, de preferência) e leve ao congelador. Retire das formas 5 minutos antes de servir.

Blog Novo na Área

Bom Dia Pessoas...

Pergunta rápida: Gostam de Gastronomia Afrodisíaca? Sem sim, e claro se tiver idade para isso (hahahaha) vocês devem fazer uma visita ao A Libido Apimentado (http://alibidoapimentado.blogspot.com/).

O blog está no começo, mas promete grandes surpresas. Além disso, os post que já estão por lá são interessantíssimos no sentido de nos preparar para quando os posts ficarem mais calientes.

Até mais meus queridos e depois me digam o que acharam do blog.

terça-feira, 1 de março de 2011

Terça é dia de Miojo

Olá Pessoas...
Hoje é dia de experimentar um miojo exótico e saboroso. Aposto que a Lia não vai gostar, mas fazer o que ela não gosta de nada mesmo. E o que ela mais vai odiar é a minha maneira de apresentar a receita. Como vocês devem ter percebido no primeiro post dessa série ela é um tanto minuciosa em descrever os passos a se seguir.

Aproveitando o clima meio indiano que está aqui no blog e resolvi preparar um miojo inspirado nesse país que tanto amo.

Você vai Precisar:
1 pacote de miojo de frango ou de legumes
Curry, sal, pimenta do reino a gosto
Água (vai depender de quanto caldo você gosta... eu particularmente prefiro com pouco)
1/2 lata de creme de leite
4 vagens
1/2 cenoura
Orégano ou tomilho a gosto
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
1 colher de sobremesa de mostarda

Modo de Preparo:
Descasque a cenoura e corte-a em cubinhos. Corte as extremidades das vagens e corte-as em pequenos pedaços. Coloque a cenoura e as vagens pra cozinhar em água com uma pitada de sal.

Coloque o miojo para cozinhar do modo tradicional, quando acrescentar o miojo adicione uma pitada de curry. Separe o caldo do macarrão e reserve.

Depois que a cenoura e a vagens estiverem cozidas reserve-as. Em uma panela derreta a manteiga com um pouco de orégano ou tomilho. Adicione a cenoura e a vagem e regue-as com a manteiga derretida, deixe cozinhar até levantar um pouco de fumaça.

Em outra panela coloque a creme de leite e tempere-o (acrescente em pequenas colheradas o liquido quente) com o caldo enquanto mistura muito bem. Quando o creme ficar morno acenda o fogo em fogo baixo. Coloque o caldo restante e a mostarda.

Monte o prato com o macarrão, a vagem e a cenoura. Por cima do macarrão coloque o creme.

Espero sinceramente que tenha gostado... Ah se alguém tiver uma sugestão de preparo de miojo é só me enviar um e-mail.

Até mais Pessoas

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Menu Índia #1 - Prato Principal

Olá Pessoas...

Como vão... Ansiosos para o próximo post da nossa série? Eu estou... Frango Tandoori é um dos pratos tradicionais da cozinha indiana, portanto não poderia ficar de fora dessa seleção... espero que vocês gostem muito dessa receita que é muito saborosa...

Você vai precisar:

4 coxas de frango caipira

5 dentes de alho

1 pedaço de gengibre de aproximadamente 8 cm

1 colher de sopa de ghee (ou manteiga derretida)

200 g de queijo

1 colher de sopa de suco de limão

1 colher de sopa de óleo de girassol

1 colher de café de sementes de cominho (ou 1/2 colher de café de cominho em pó)

1 colher de café de sementes de coentro (ou 1/2 colher de café de coentro moido)

1 colher de café de sementes de mostarda (ou 2 colheres de café de mostarda em pó)

1 pitada de páprica

1 pitada de curcuma


Sal e pimenta do reino

Modo de preparo:

Retire a pele das coxas do frango; fure-as profundamente, em diversos lugares, com uma faca pontiaguda.

Toste sem gordura todas as sementes em uma frigideira anti-aderente por 20 segundos (caso seja substituidos por pó ou sejam moidas não há  a necessidade de ir para o fogo). Descasque e pique os dentes de alhos. Descasque o gengibre e corte em cubinhos. Coloque-os em um pilão acrescente as sementes e esmague tudo com um socador.


Despeje o preparado em uma tijela, acrescente o suco de limão, o queijo, o ghee, a páprica e o cúrcuma. Coloque sal e pimenta do reino. Misture bem. Após coloque as coxas de frango neste preparado marinando por pelo menos 6 horas, revirando-as várias vezes. Pré-aqueça o forno a 210º C.

Unte cuidadosamente uma chapa de forno, coloque as coxas de franco. Cubra-as com a marinada e leve ao forno em média por 45 minutos. Durante o cozimento despeje várias vezes a marinada sobre as coxas de frango envolvendo-as com uma camada condimentada que irá endurecer.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Moqueca de Peixe

Olá Pessoas...

Muitos de vocês não devem saber, mas eu realmente odeio peixe... e não tem aquela de que eu não posso odiar aquilo que nunca experimentei... até por que eu já comi peixe muitas vezes e simplesmente não vai...

Mas como eu gosto muito de vocês... eu não poderia manter o blog sem peixe, muitos gostam muito desse ingrediente rico em vitaminas e proteínas necessárias para o nosso corpo e mente.

E para a estréia dos peixes aqui no blog um prato bem brasileiro, a moqueca de peixe. Essa receita é para 6 pessoas.

Você vai precisar:

1kg de peixe em postas (garoupa/cação) sem pele

sal, pimenta-do-reino e suco de limão a gosto

2 cebolas grandes em rodelas

1 pimentão verde em rodelas

1 pimentão vermelho em rodelas

4 tomates maduros em rodelas

4 raminhos de coentro, picados

3 colheres (sopa) de azeite de dendê

70g de leite de coco em pó

Modo de Preparo:

Tempere o peixe com sal, pimenta e limão e deixe tomar gosto poe 1 hora no mínimo.

Em uma panela ou frigideira de fundo largo, arrume metade do peixe, cubra com metade da cebola, do pimentão e dos tomates.

Polvilhe com metade do coentro. Repita as camadas na mesma ordem.

Regue com o dendê e espalhe o leite de coco.

Leve ao fogo brando, com a panela tampada por cerca de 20 minutos. De vez em quando, misture cuidadosamente. Sirva com arroz branco.

Até mais pessoas, e em breve mais peixe só para vocês, afinal nem gosto mesmo (hahahaha)

Berinjela ao Creme de Coco

Olá Pessoas...

É tempo de berinjela. E nada melhor do que aproveitar a safra para comprar esse produto por um valor bem abaixo do normal e preparar muitos pratos deliciosos com ela. Então fui remexer em alguns livros antigos da minha avó e encontrei essa receita que, curiosamente, não tinha um nome. Portanto a batizei de Berinjela ao Creme de Coco. Não sei se é o mais apropriado, mas é o que consegui pensar. Se alguém tiver um nome melhor para ela fique a vontade e deixe seu comentário.

Você vai precisar:
1 berinjela grande em rodelas finas
2 cebolas médias em rodelas finas
sal e pimenta-do-reino a gosto
70g de leite de coco em pó
1 pimenta vermelha fresca, sem sementes, picada

Modo de Preparo:
Em um refratário, arrume as rodelas de berinjela, colocando por cima delas os anéis de cebola. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Misture o leite de coco com 1 xícara (chá) de água fervente e despeje sobre as berinjelas.

Cubra com papel alumínio e asse em forno médio (175°C) pré-aquecido, por cerca de 45 minutos ou até que a berinjela fique macia. Retire o papel e deixe dourar por aproximadamente 5 minutos.

Essa receita é para 4 pessoas e fica ótima se servida com carne assada .

Até mais meus queridos

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Eu o amo a Jacky e o Amn2sia

Olá Pessoas...

Passando aqui rapidinho só para dizer que fui convidado a escrever para o blog da minha querida amiga Jacky, o Amn2sia. Ela tem um jeito todo especial que te obrigar a escrever por simplesmente dizer para escrever sobre o que quiser, aí você se sente na obrigação de escrever o melhor texto que conseguir.

Eu fiquei muito feliz, pois tive a oportunidade de escrever algo diferente do que venho fazendo nesse blog. Passem por lá e leiam, ah deixem comentários eu sei que ela gosta.

Até mais...

P.S.: Só tenho a te agradecer mesmo Jacky, e não me esqueci das minhas promessas ainda não (Você me ajuda a seguir em frente sempre que penso que não posso continuar, mesmo indiretamente)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Miojo Tradicional by Porquinha Online

Pessoas...

Hoje é terça-feira e como combinado a Lia do Porquinha Online preparou um post para vocês.

Vale lembrar que ela é da área de TI então a receita ficou um tanto estranha, mas dá para entender (eu acho).

Vamos lá dar uma olhada em como se prepara um Miojo tradicional (está bem, eu sei que todos sabem fazer um miojo, mas não custa nada, né?)

Até o meu post (que será uma receita de verdade)

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Menu Índia #1 - Primeiro Prato

Olá Pessoas!!!!

Hoje mais um dos pratos da nossa série Cozinhas do Mundo Índia. Por incrível que pareça essa receita é uma das mais próximas do nosso cotidiano, por assim dizer. De fácil preparo e sabor extremamente indiano o Arroz Pilaf com Cebolas é uma receita das mais básicas dessa culinária tão exótica.

Você vai precisar:
 
400g de arroz basmati (caso não encontre pode ser usado o arroz que usamos no dia-a-dia)

3 cebolas roxas

1 pedaço de gengibre de aproximadamente 5 cm

3 colheres de sopa de ghee (ou de manteiga derretida)

200 ml de leite de coco

8 fios de açafrão

1 colher de café de sementes de cominho (ou 1/2 colher de café de cominho em pó)

1 colher de café de sementes de mostarda (ou 2 colheres de café de mostarda em pó)

1 pitada de cúrcuma

2 folhas de louro

2 cravos da índia

sal e pimenta do reino

Modo de preparo:

Coloque o arroz em um escorredor e lave em água corrente. Descasque o gengibre; raspe-o em pedaços finos. Descasque e pique uma cebola roxa.

Aqueça duas colheres de sopa de ghee em uma frigideira funda em seguida acrescente o gengibre, a cebola picada, as sementes de cominho e mostarda. Refogue em fogo médio por 1 minuto: as sementes de mostarda irão estourar.

Acrescente o arroz, misture bem ainda no fogo durante um minuto; acrescente o leite de coco e 800 ml de água. Misture bem. Acrescente o curcuma, as folhas de louro e os cravos da índia.

Faça uma infusão dos fios de açafrão com duas colheres de água morna. Acrescente-a na frigideira funda. Coloque sal e pimenta do reino. Tampe e deixe cozinhar em fervura baixa por 20 minutos.

Enquanto isso descasque as outras duas cebolas roxas e corte-as em rodelas finas. Aqueça uma colher de sopa de ghee numa frigideira e doure as cebolas, mexendo-as constantemente: elas devem dourar até ficarem crocantes!!!

No fim do cozimento do arroz pilaf verifique se ainda há água; caso contrário acrescente um pouco para que o arroz não grude. Sirva em um prato fundo e espalhe as cebolas fritas.

Espero vocês no próximo post... até mais.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Novidade

Olá Pessoas!!

Como vocês sabem o blog está sempre com novidades, e a mais nova é: a parceria que fiz com o Porquinha Online e juntos lhes mostrar várias maneiras de se preparar um prato tão popular como o Miojo. Sim... é um blog de gastronomia falando de miojo... ** Empurra o Eliel **

Oiiii Galeraaaaaaaaaaa!!!!!! Aqui quem fala é a Lia, editora chefe do porquinha online e única pessoa que cuida da bagaça!!! Depois de muito nos falarmos eu e o tal dono do blog aqui decidimos que precisavamos compartilhar nossos conhecimentos e criar um tópico que vocês, leitores e leitoras, se sentissem bem em ler. O que mais seria se não o que a Lia aqui mais sabe fazer?! Miojo meus amigos é a 27.356º Maravilha do mundo!!! O Porquinha Online veio trazer ao mundo gastronômico extreme de Eliel um pouco de brilho e exatidão, encarando as receitas de maneira diferenciada!! ** Joga um sapato na Lia **

Oh Lia! Você quer dizer que meu blog não tem brilho?! Tem sim!! Nosso brilho é gastronômico, e o que você chama de "maneira diferenciada" é transformar as receitas em alguma coisa ai da sua área de TI. Agora para vocês meus queridos vou explicar como funcionará os posts: todas as terças-feiras um de nós irá apresentar uma maneira diferenciada de preparar o miojo. ** Cortando o Eliel ** 

A única semelhança entre nós será a receita propriamente dita, os comentários estarão por conta do dono do blog!! ** Cortando a Lia ** 

E dos seus leitores é claro. Mas não deixem de conferir os dois, será muito divertido!! Teremos várias discussões positivas e engraçadas para vocês. Então vocês não perdem por esperar o primeiro post, e como sou um cavalheiro deixarei a primeira receita para a Lia para ver do que ela é capaz em uma cozinha!

Até mais pessoas!!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Menu Índia #1 - Entrada

Olá Pessoas...

Ansiosos para o primeiro post do Menu Índia (espero que sim). Eu estou e muito

Em primeiro lugar, quero dizer que essa receita é a minha preferida da culinária indiana, ela é simples e saborosa, porém captura toda a mensagem dessa cozinha tão exótica.

Além, é claro de ser um dos pratos mais conhecidos.

Vamos preparar as deliciosas Samosas?

Você vai precisar:

5 folhas de massa filo (as mesmas usadas para o rolinho primavera)

250g de batatas

1 colher de sopa de ghee (ou manteiga derretida, que particularmente, é muito mais fácil de encontrar)

2 gemas de ovos

1 pimenta-malagueta

1/2 colher de café de cominho em pó

1/2 colher de café de coentro em pó (ou se preferir 1 colher de café das sementes)

2 colheres de café de mostarda em pó

1 colher de café de cúrcuma (mais conhecido como açafrão da terra)

Óleo de girassol, sal grosso e sal refinado, pimenta-do-reino

Preparo:
Descasque as batatas, corte-as em cubos pequenos. Cozinhe em água fervente e salgada por volta de 10 minutos, depois escorra. Amasse as batatas e misture as sementes de mostarda.

Aqueça o ghee (ou a manteiga) em uma frigideira funda. Acrescente o cominho, as batatas amassadas e o coentro (em pó ou semente). Misture bem e aqueça em fogo médio por 3 minutos mexendo de vez em quando.

Retire do fogo, acrescente a pimenta-malagueta sem sementes e em tiras finas e o cúrcuma. Acrescente sal e pimenta e misture bem.

Corte as folhas de massa filo em 10 circulos de 14cm de diâmetro. Corte-os ao meio. Dobre os semicirculos, colando as pontas com a gema batida, formando cones. Abra-os delicamente na mão. Recheie-os até a metade com a batata, depois feche-os com um pouco de gema. Renderá 20 samosas.

Aqueça o óleo de girassol em frigideira funda. Frite as samosas sucessivamente de 20 a 30 segundos de cada lado; escorra em papel absorvente.

Espero que tenham gostado.

Nos encontramos no próximo post.


Até mais.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Cozinhas do Mundo: Índia

Olá Pessoas...

Depois de muito tempo chega a segunda edição de Cozinhas do Mundo, que começou com o Marrocos, agora poderemos conhecer um pouco mais sobre a Índia, um país tão exótico quanto o da edição anterior.

Vamos lá?

Influênciada por diversos países que por lá passaram, a cozinha da Índia tornou-se mundialmente conhecida e diversificada. Ao chegaram a esse país, trouxeram consigo novas culturas, plantas, frutos, sementes, além de introduzirem novos ideais e religiões. Como sabemos esses fatores influenciam e muito o desenvolvimento gastronômico de uma região.

Principalmente a culinária indiana costuma ser associada à religião, pois existem muitos rituais ligados às refeições feitas pelas famílias do local. Só para dar um exemplo no hinduísmo, o ato de cozinhar é feito como um ritual e antes de ser consumido, o alimento é oferecido em oração aos deuses, geralmente em um altar doméstico, com devoção e amor.

O ato de comer é repleto de significado. Existe o costume de comer com a mão, mas apenas com a mão direita. Pois, segundo a medicina Ayurvédica, a digestão dos alimentos não começa na boca em contato com as enzimas presentes na saliva, como no ocidente, mas sim quando as pontas dos dedos o tocam para que a energia presente nos alimentos seja absorvida.

Isso porque a culinária indiana segue a ideologia em que cada ato na vida, inclusive o ato de comer, deve ser um processo consciente, levando a integração do ser como um todo. Por isso, a gastronomia indiana é rica em relação a sabores e cores.

Apesar de toda essa diversidade, a cozinha indiana também sofre influência do meio ambiente e suas transformações, porém podemos traçar um perfil da dieta básica do povo, a refeição é sempre constituída de cereais - tais como arroz, trigo, milho, cevada,  legumes secos, como o dhal (uma espécie de sopa feita de lentilhas e feijões de diversas cores), além de outros legumes, picles e chutneys, e as imprescindíveis especiarias. A eles se juntam, dependendo da cultura e da região, pratos com peixe, carneiro, galinha e, sempre, iogurte e queijo de coalho fresco.

Na Índia, cultiva-se todo tipo de malaguetas, de tamanhos, cores e sabores diferentes, que vão desde a malagueta dhane , de sabor ácido, própria de Mizoram e de algumas zonas de Manipur, até a muito picante Sangli sanam, da zona de Maharashta, passando por variedades da Caxemira, como a Madras pari. E todos os alimentos sempre bem temperados com especiarias, que agem sobre o sabor, mas também têm funções medicinais conhecidas há bastante tempo.

Textos datados de três mil anos atrás reconhecem seus valores terapêuticos, especificando preventivo e curativo de doenças, e catalogando suas propriedades medicinais que suavizam, esfriam ou aquecem o organismo. Dependendo do tipo de tratamento, elas requerem diferentes técnicas de manipulação: tostadas, cruas ou inteiras, socadas ou moídas.

No norte, os pratos mais populares são o Tandoori – frango, carne ou peixe temperados com ervas aromáticas e assados em forno de barro – e os Kebabs.

Ao sul, o destaque fica com o chutney de coco, o sambhar com idli ou o masala dosa – pratos feitos com arroz fermentado e lentilhas. Há ainda pratos como o vadasambar, o baiji, o raita – iogurte com pepinos e ingredientes importantes da cozinha sulista.

Na costa oeste, há uma grande variedade de peixes e mariscos. Em Mumbai, as especialidades são o peixe conhecido como Bombloe (frito ou com curry) e o pomfret (salmão indiano) são algumas das muitas especialidades da região.

Os doces seguem a mesma linha do exotismo. O Kulfi é um sorvete típico indiano e pode ser saboreado em toda a Índia. Rasgullas são bolas de creme de queijo com sabor de água de rosas. Gullan Jamuns é uma farinha de leite com xarope doce e Jalebi são lentilhas fritas banhadas em caramelo.

O chäi é a bebida preferida dos indianos e as suas variedades são famosas em todo o mundo. Geralmente, prepara-se com açúcar e leite. O café é muito popular no sul. Há bebidas refrescantes como o nimbu pani (refresco de limão), o lassi (creme de leite granizado) e a água de coco bebida diretamente do fruto. A cerveja e a genebra indianas são comparáveis às melhores do mundo e o melhor, não são caras.

Hoje a culinária indiana é considerada a terceira mais popular do mundo, pois o exótico paladar indiano trouxe à culinária ocidental a descoberta de novos sabores.

Seria impossível terminar de falar em cozinha indiana sem uma referência ao varak, lâminas de ouro ou prata muito finas que a cozinha indiana adiciona em determinados pratos, como condimento de luxo, em homenagem ao convidado.

Nos próximos posts o Menu exótico da Índia... não percam.

बोन एपीटिट
Bōna ēpīṭiṭa
Bom Apetite

Até mais.

Sequilho da Vovó

Olá Pessoas...

Hoje tem receita direto do caderno de receitas da vovó... Supersimples e rende muito...

Você pode ainda guardar naqueles potinhos de biscoito para decorar a casa... Se sobrar algum né?

Você vai Precisar:
1 ovo
500g de amido de milho
1 colher de sopa de achocolatado
200g de manteiga sem sal
100g de açúcar

Preparo:Misture todos os ingredientes até formar uma massa homogênea.

Enrole e coloque os bolinhos em uma forma untada. Com um garfo amasse as bolinhas.

Pré-aqueça o forno à 180° por 10 minutos. Coloque-os para assar por cerca de 30 minutos ou até ficarem levemente morenos e secos.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Pensamentos

"Cozinhar é meio como amar. Acima de tudo, é necessário saber que nenhum desses verbos se aprende facilmente, nem são adquiridos ao nascer: é necessário que se viva e que se estude e que se tente muito, pra aí sim, conseguir um ou outro resultado mediano."

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Sopa de Cebola

Boa Tarde Pessoas Queridas...

Hoje trago um dos meus pratos favoritos... a Sopa de Cebola...

Ela é tão saborosa que cometo fácil, fácil o pecado da gula...

Vamos a receita?

Você vai precisar de:

600g de cebolas cortadas em rodelas

4 colheres (sopa) de manteiga ou margarina

5 colheres (sopa) de farinha de trigo

6 xícaras (chá) caldo de carne ou galinha (eu prefiro de carne)

2 colheres (sopa) de vinho branco seco

6 torradas de pão francês

2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Sal e Pimenta-do-Reino

Modo de Preparo:

Coloque as cebolas e a manteiga em uma panela, leve-a ao fogo e frite a cebolas e até ficarem levemente douradas.

Polvilhe de farinha, mexendo sempre para não formar grumos.

Adicione o caldo fervente pouco a pouco, mexendo bem após cada adição.

Junte o vinho e leve à fervura por 5 minutos. Acerte o sal e a pimenta. Distribua em cumbucas refratárias.

Coloque uma torrada em cada cumbuca, mergulhe-a na sopa e polvilhe com queijo.

Leve-as ao forno até a sopa gratinar. Sirva-a em seguir.

OBS: Servir em cumbuca é a forma tradicional de servir essa sopa, mas não é necessária.

Bom Apetite e até a próxima...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Arriba, Abajo, al Centro e Adentro!

Olá Pessoas... Fim de Semana chegando... e post bem interessante sobre uma bebida fantástica.

Essa aguardente de origem mexicana, mais precisamente da cidade de Tequila no estado de Jalisco, é consumida em bares do mundo inteiro.

A Tequila é produzida a partir do Agave Azul, que nada mais é do que uma espécie de babosa (e não um cacto como muita gente acredita). Muito parecido com o abacaxi, o Agave possui um miolo (esse miolo leva o nome de piña) que é extraído e pode atingir até 150 Kg por ramo.
O consumo da piña crua não é indicado, pois trata-se de uma planta venenosa, porém com forte concentração de açúcar o que possibilida a destilação para produção da aguardente.
A fabricação de teqila é controlada pelo Consejo Regulador del Tequila. A entidade define como tequila os destilados feitos com pelo menos 60% de Agave Azul.

O processo de fabricação da Tequila começa com o cozimento das piñas em fornos de pedra (entre 24 e 36 horas) ou em autoclaves (entre 8 e 14 horas).

As fibras amolecidas são resfriadas por cerca de 2 horas e trituradas para extrair o suco.

Inicia-se a fermentação do suco usando leveduras selvagens provenientes das folhas do Agave.

O suco atinge a graduação alcoólica de aproximadamente 7%. Essa mistura é destilada duas vezes para atingir a graduação alcoólica desejada.

No final desse processo a tequila pode ser:
  • Mista: preprada com no minimo 51% de Agave Azul. Uma bebida menos nobre.
  • Puro Agave: preparada somente com Agave Azul, destilada e engarrafada somente no México.
Segundo a Norma Oficial Mexicana são 4 os principais tipos de tequila:

  • Blanco: é obtido após a segunda destilação. É a de sabor mais puro e tem coloração branca como água.
  • Oro: é a tequila blanco com adição de corantes, como o caramelo. Muito utilizada no preparo de coquetéis.
  • Reposado: após a conservação da tequila blanco por aproximadamente dois meses em barris de madeira, tem a coloração levemente escurescida. De sabor ligeiramente mais suave, é a mais consumida.
  • Añejo: é a tequila que passa aproximadamente um ano no mesmo barril. É a mais escura de todas e tem o sabor de madeira mais marcante. É indicada para os iniciantes no mundo da tequila.

As marcas de tequila mais conhecidas são:
  • José Cuervo
  • Herradura
  • Sauza
Para beber a tequila existem inúmeras técnicas, que na minha opinião, dão todo o charme de se beber tequila.

A mais radical que conheço é porradita. Onde a cobaia o apreciador fica em uma cadeira giratória e vira um shot de tequila de uma só vez. Imediatamente a cadeira deve ser girada a toda velocidade. Se sobreviver a sensação de ver o mundo girar é um tanto curiosa.

Mas é claro que existem meios mais saudáveis de se apreciá-la. Por exemplo, morder uma fatia de limão com sal e virar a tequila em um só gole.

Para quem gosta de apreciar os aromas pode simplesmente tapar a boca do copo agitá-lo e bebê-lo. A manobra libera todos os aromas do Agave Azul.

Tenham um ótimo final de semana, e lembre-se se for beber não dirija e aprecie com moderação, afinal os próximos finais de semana só dependem de vocês.

Até mais pessoas

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A História do Pão

Olá Pessoal... Aqui é a Pri, e esse é o meu primeiro post.

Descrever a origem do pão é uma tarefa difícil, acredita-se que ele tenha surgido por volta de 12 mil anos, juntamente com a produção de trigo na região da Mesopotâmia, hoje região do Iraque. Quando surgiu supõe-se que o pão tinha o formato oval e achatado, como uma panqueca, e era feito com grãos triturados rusticamente. Os pães eram assados sobre pedras quentes ou sob cinzas. Mas no VII Milênio a. C os egípcios passaram a utilizar os fornos de barro; também foram os egípcios que criaram os mais variados formatos e sabores de pães, ao aromatizá-los com sementes de papoula, cânfora, mel, leite, ovos...

Mas foram os romanos que levaram os pães para a Europa onde foram aprimorados e difundidos por todo o mundo, hoje é o alimento mais reverenciado, pois faz parte da mesa de ricos e pobres.

Ingredientes básicos para preparar pão:


Farinha: são os principais ingredientes na fabricação de massas. É construtora de estrutura primária na maioria de pães e massas fermentadas, pois é ela quem dá forma e consistência á massa. Extraída pela moagem de diversos tipos de cereais, como trigo, milho, cevada, centeio, aveia e outros.

Líquido: pode utilizar água, leite, iogurte, vinho...

Agentes Enriquecedores: são ingredientes que colaboram com as características organolépticas do produto são eles:

Gordura: tornam o miolo mais macio e favorece o desenvolvimento durante o cozimento, além de contribuir com aroma e sabor.
  • Açúcares: contribui com a coloração da crosta, proporciona sabor e alimenta o fermento.
  • Leite: contribui com o sabor e aroma do produto.
  • Ovos: confere sabor, contribui com a coloração e maciez do pão.
Os pães podem ser fermentados ou não. Os pães sem fermento são duros e secos como exemplo tem o pão Ázimo.

Os pães fermentados tornam-se mais macios quando assados em virtude da formação de espaços de ar gerado pela presença de levedura na massa.

Massa básica de pão

1kg de Farinha de Trigo
20 gramas de Sal
10 gramas de Melhorador
50 gramas de Leite em Pó
50 gramas de Ovos
130 gramas de Açúcar
20 gramas de Fermento Biológico
510 ml de Água

Modo de Preparo

Dissolva o fermento biológico na água, acrescente os ingredientes secos, ovos e sove bem a massa. Deixe descansar por 30min. Modele a massa e deixe descansar por mais 20min. Leve para assar em forno pré aquecido a 180° por aproximadamente 35min.

Super fácil, né? Espero que vocês tenham gostado e em breve voltarei com mais novidades para o blog.
Related Posts with Thumbnails